domingo, 27 de setembro de 2015

Trabalhando Ritmo com Arranjos Musicais

Olá pessoal!

Como eu já disse aqui, gosto muito de trabalhar com ritmo. Na escola onde trabalho com Fundamental II, as crianças já tocam flauta doce e tem uma boa base de notas e afinação mas sinto que o ritmo e os conjuntos de percussão podem ser mais desenvolvidos.

Acredito que fundamentos como pulso, subdivisão e ritmo devam ser diferenciados e trabalhados desde o início. Sendo assim, fiz um arranjo que pode ser vocal ou percussivo (o vocal pode apoiar o percussivo na hora de tocar) de "Atirei o pau no gato".

Trabalhei com um sexto ano e funcionou muito bem. Segue a partitura do arranjo e logo abaixo a explicação de como eu trabalhei:




1 - Dividi a turma em 5 grupos;
2 - O primeiro grupo contou 1, 2, 3, 4 e bateu os pés somente no tempo 1;
3 - O segundo grupo contou 1, 2, 3, 4 e bateu as mãos nas coxas nos tempos 1 e 3;
4 - O terceiro grupo contou 1, 2, 3, 4 e bateu palmas nos tempos 1, 2, 3 e 4;
5 - O quarto grupo contou 1e 2e 3e 4e e estalou os dedos em todos os tempos e também no "e"
6 - O quinto grupo tocou com palmas graves (palmas com as mãos em formato de concha) o ritmo da melodia de "Atirei o pau no gato", primeiro cantando junto a melodia e depois, como digo para eles, "cantando na cabeça" e somente as palmas.
7 - Substituí as semibreves por "tum", as mínimas por "Gato", as semínimas por "Chica" e as colcheias por "Atirei o pau no gato". 

Eles gostaram muito e ficou bem interessante o resultado! Em momento nenhum eu racionalizei a experiência ou fiquei explicando figuras de valor em teoria musical. Como minha aula foi bem curta, não tive tempo pra trocar as vozes de cada grupo, mas a intenção é que todos experimentem todas as vozes.

Dá pra trocar cada voz por instrumentos de bandinha ou de sucata, se você não tiver instrumentos convencionais na sua escola. Ou por um conjunto de tambores ou pandeiros de tamanhos diferentes. Dá inclusive pra fazer um arranjo misturando o percussivo, o instrumental e o vocal, podendo utilizar até flauta doce pra melodia.

Sugiro que quem for trabalhar isso com crianças menores, faça isso de maneira corporal antes. Peça para que as crianças andem de acordo com as frases rítmicas!

Bom, gente, é isso!

Compartilhando mais uma atividade que eu criei, apliquei e funcionou bastante!

Muita música pra nós, e boas aulas!

Prof.ª Isabela