sábado, 20 de março de 2010

Musicalização para Bebês: O que trabalhar?

Quando eu comecei a atuar com musicalização infantil em uma escolinha que tinha berçário, fiquei muito perdida em relação aos conteúdos a serem trabalhados, pois estava acostumada com crianças maiores. Foi então que eu li um livro chamado "Bebê - Música e Movimento - Orientação para Musicalização Infantil", da Josette Feres, uma educadora musical de Jundiaí.

Neste livro Josette propõe muitos conteúdos interessantes a serem trabalhados com os bebês de 8 a 24 meses:
  1. Canto de entrada (Bom dia, boa tarde, boa noite. Esse canto é importante para dar organização temporal para a criança, pois assim ela sabe que a aula vai começar, durar um certo tempo e terminar)
  2. Expressão corporal (Cantos que possibilitem gestos e expressões faciais)
  3. Percussão corporal (Cantos que estimulem palmas, batidas de pés, estalos de língua etc)
  4. Brinquedo projetivo (Geralmente um brinquedo em que a criança se projete nele, do mesmo modo que a mãe brinca com a criança, a criança vai brincar com o brinquedo. Um bom exemplo pode ser um palhacinho de cone ou um bonequinho de pau)
  5. Movimento sem locomoção (Músicas que estimulem movimentos geralmente de pêndulo e embalo, como serra-serra serrador)
  6. Movimento com locomoção (Músicas que estimulem movimentos com locomoção pelos espaços da sala, e também podem simular certas ações como dirigir um carro, trotar num cavalo, com o som da música "Garibaldi foi à missa num cavalo sem espora, o cavalo tropeçou, Garibaldi saltou fora"... etc)
  7. Exercícios de socialização (Músicas que estimulem as crianças a interagir com as outras e também com os adultos presentes na sala, por exemplo, músicas que falam sobre apertar as mãos, dar um abraço, passar algum brinquedo ou objeto)
  8. Parlendas, rimas e brincadeiras musicais (Sabe aquelas brincadeiras que a nossas mães faziam quando éramos crianças, por ex. "Cadê o toucinho que estava aqui? O gato comeu..." e etc. As parlendas são importantes porque muitas estimulam a interação corporal, como toque e carinho da mãe, e também tem uma estrutura rítmica simples)
  9. Marchas, danças e cirandas (Brincadeiras de roda. Os pequenos que não andam são levados no colo pelas mães, e os grandinhos já podem dar as mãos e rodar sozinhos, mas sempre com auxílio dos professores)
  10. Conjunto de percussão (Tambores, pandeiros, martelos de carnaval. Músicas que tenham ritmos fáceis e pulsação marcada para que as crianças acompanhem, percutindo o instrumento)
  11. Relaxamento e estiramento (Músicas suaves que propiciem o relaxamento dos bebês, após toda essa atividade. As mamães podem interagir com os bebês, massageando-os)
  12. Canto de despedida (Para indicar que a aula terminou)

Parece muita coisa pra uma aula só, não é?

Vou falar sobre minha experiência pessoal com essas aulas. Quando aplicamos esse modelo numa aula pra bebês com a presença das mães, fica até fácil aplicar todo esse conteúdo. Mas e quando a gente dá aula em uma creche ou escolinha infantil, no setor do berçário, e temos, por exemplo, 10 bebês para 3 professoras? Difícil, não? Aí eu não consigo aplicar todo o conteúdo, porque tem várias músicas de estimulação e a gente tem que fazer o papel de mãe, interagindo com cada criança, e isso não conseguimos fazer em 30 ou 40 minutos. Mais do que isso eu acho exaustivo, tanto pra gente como para os bebês, então eu fico entre esse horário de aula mesmo.

Quando é em escola infantil, creche ou berçário, nem sempre eu consigo aplicar tudo, então eu revezo. Trabalho metade desse conteúdo em uma aula e a outra metade na aula seguinte, mas sempre dou um jeito de relembrar coisas da aula passada, pois essa sensação de continuidade é muito importante para que a criança pequena sinta-se segura.

A minha descrição do livro está muito rasa, mas já dá pra ter uma idéia de como trabalhar. Agora, professor, é sua vez de pesquisar e usar a criatividade! Uma das coisas principais para esse trabalho é gostar de bebês, ser carinhoso e suave, e não se importar com baba, fralda suja, criança com bumbum molhado, cheirinho de cocô, pum no seu colo e cacas de nariz... hehehehehe...

Sugiro que vocês adquiram esse livro, pois além de ter uma explicação muito mais completa do que a que eu resumi aqui, ele também tem partituras e sugestão de repertório. É realmente muito interessante. Infelizmente a editora é da própria autora, por isso não tem site ou telefone.

Pesquisei em alguns sites e encontrei este: http://www.cpmusical.com.br/lojacp/produtos.asp?produto=4184 mas ATENÇÃO: eu nunca comprei nesse site e não conheço a qualidade do serviço, estou apenas sugerindo porque foi um dos únicos que encontrei que vendem esse livro online. 

Qualquer coisa, no livro tem o contato da própria autora, mas como a publicação é de 1998, não sei se o contato é ainda o mesmo:

Josette Silveira Mello Feres
Rua Prudente de Moraes 1297 - Jundiaí - SP
CEP: 13201-340
Tel./Fax: (11) 7396-6113
emj@zaz.com.br


Muita música para nós todos e boas aulas!